Que tal mudar a forma de falar?

Muitos pais tem dificuldade quando os filhos pedem tudo chorando. Uma sugestão é tentar se comunicar de maneira positiva e assertiva. Outra sugestão é usar recursos da inteligência emocional.


Treinando as emoções

Saiba que nós não nascemos com inteligência emocional, ou seja, essa é uma habilidade que desenvolvemos por meio de treino e dedicação.

Você terá que ser uma espécie de “treinador de emoções” de seu filho, ajudando-o a desenvolver habilidades como lidar com as frustrações e como se comunicar.

Não é e nem será fácil.


Qual é o tipo de criança?

Outro ponto importante é que existem alguns temperamentos que são mais chorosos. Não significa que a criança seja frágil, mas apenas que precisa desenvolver suas habilidades emocionais, assim como existem crianças com temperamento mais explosivos e raivosos e choram por isso também.


Se seu filho pede tudo chorando, isso também pode ser consequência dele ter aprendido que essa é a forma que consegue se comunicar para conseguir alguma coisa.

Seria importante ensinar mais habilidades da comunicação para que não precise chorar para pedir algo. Caso você já tenha ensinado, relembre fazendo perguntas como: “Filho, como você pode pedir algo sem precisar chorar?”

Essa é uma habilidade que pode demorar a ser desenvolvida, mas com treino e dedicação, o resultado esperado é alcançado!


Nossos sentimentos em relação às birras

Quando nossa expectativa de ser atendido não acontece, ficamos chateados e frustrados. Isso é uma reação normal.

Mas quando nossos filhos não obedecem ou respondem aos nossos pedidos, o misto de sentimentos é ainda maior porque esperamos que eles nos coloquem acima de qualquer coisa e, claro, nos obedeçam.

Precisamos ter claro que criança atende pela conexão, pela ludicidade e não pela imposição da pressa do adulto ou pelo senso de urgência que damos às coisas.

A criança precisa ser olhada de outro patamar e não do de que ela está te provocando ou não te valorizando porque a questão não é essa.


Chorar é birra?

Nem sempre o choro é birra. Às vezes o choro é a maneira de chamar a atenção dos pais

É o momento de chegar junto dela, falar de você e descrever a situação pra ela.

Assim poderão se conectar e até brincar.

Quando você se conectar com a criança, talvez consiga entender o real motivo dela estar pedindo as coisas chorando e aí usando os recursos da inteligência emocional e de comunicação, resolvam esse tipo de situações sem brigas.


Não tem certo ou errado na vida de mãe e pai. Tem o que faz sentido para você e sua família, o que funciona e que faz crescer em harmonia.


6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo